Posts Tagged ‘’

14 medidas essenciais ao planeta

Terça-feira, Abril 6th, 2010

A eficiência energética tem um sentido econômico racional: menos energia utilizada, mais dinheiro poupado. Essa é a lição de uma série de esforços propostos pelo grupo OPOWERs.

Um novo estudo do Natural Resources Defense Council (NRDC) e o Garrison Institute Climate, Mind and Behavior Project revela que ações simples, como pegar um vôo a menos por ano e desperdiçar menos alimentos, devem ser adotadas. O grupo estima que, se todos os americanos adotassem 14 medidas durante a próxima década, o país evitaria 1 bilhão de toneladas de emissões de gases de efeito estufa, ou o equivalente a toda a emissão de um ano de gases de efeito estufa da Alemanha.

“A essência disso é eliminar o desperdício, pois quanto maior o desperdício mais dinheiro gasto”, diz o diretor executivo do NRDC, Peter Lehner. “Se todos os americanos adotassem atividades um pouco mais modestas, a maioria realmente pouparia dinheiro e faria uma grande diferença.”

As recomendações, além de voar menos e desperdiçar 25% menos de comida, incluem:

  • dar ou ir de carona, ao menos uma vez por semana (equivalente a 75 milhões de toneladas de CO2 não emitidas até 2020, o CO2e);
  • manutenção do veículo, calibrando corretamente os pneus (45 milhões de toneladas de CO2e);
  • reduzir o tempo gasto em um veículo em marcha lenta pela metade (40 milhões de toneladas de CO2e);
  • um melhor isolamento térmico em casa (85 milhões de toneladas de CO2e);
  • termostatos programáveis (80 milhões de toneladas de CO2e);
  • redução do consumo de energia por aparelhos desligados mas no modo “standby”, a chamada demanda fantasma (70 milhões de toneladas de CO2e);
  • utilizar água quente de forma mais eficiente, como lavar roupa com água fria (65 milhões de toneladas de CO2;
  • substituição de lâmpadas incandescentes por lâmpadas fluorescentes compactas (30 milhões de toneladas de CO2e);
  • comer carne de frango duas vezes por semana (105 milhões de toneladas métricas toneladas de CO2e);
  • aumentar a reciclagem de papel, plásticos e metais (105 milhões de toneladas de CO2e);
  • comprar aparelhos da linha EnergyStar apenas quando os velhos estiverem imprestáveis (55 toneladas métricas de CO2e);
  • e consumo “consciente”, como, por exemplo, comprar menos água engarrafada (60 milhões de toneladas de CO2e).

O bom dessas ações é dar visibilidade e concretizar que cada um de nós podemos fazer a diferença. As políticas públicas são importantes, mas lembrem-se: quem faz o mundo somos nós!

Divulgue essa notícia!